Logo Folha de Candelária

QUEM SOMOS


Folha: informação com credibilidade há 31 anos


No início de março de 1986, momento em que a implantação do Plano Cruzado era o assunto de todas as rodas, um folheto começou a circular pela cidade com a seguinte frase: “Candelária vai virar notícia”. Assim, aquelas palavras, caracterizadas por sua simplicidade, marcaram o início da história da Folha de Candelária, cujo lançamento ocorreu na noite de 18 de março, na Câmara de Vereadores, reunindo grande número de pessoas.


A ideia de um novo jornal em Candelária foi recebida com satisfação e, principalmente, com o desejo de que, ao contrário de outros que não tiveram continuidade, fosse um veículo de comunicação que permanecesse e documentasse a história do município. Da primeira edição, passando pelas que ganharam os números 2, 3, 4 e assim sucessivamente até as publicações atuais, a Folha percorreu uma trajetória de mudanças, ajustes, dificuldades e crescimento, sempre buscando exercitar os princípios inerentes ao bom jornalismo, que incluem o profissionalismo e o compromisso com a verdade.


Primeiramente de periodicidade semanal, chegando ao público todas as sextas-feiras, em março de 1999 a Folha passou a circular também nas terças. O pioneirismo em circular duas vezes por semana no município veio preencher uma lacuna, atendendo aos apelos dos leitores e da comunidade de Candelária, Cerro Branco e Novo Cabrais - municípios de abrangência da Folha. Pois, enquanto muitos ainda utilizam o rádio para receber as notícias, é nas páginas da Folha de Candelária que o público busca a confirmação dos assuntos, que, aprofundados em suas páginas, passam a ter um caráter oficial e de legitimidade.


Em 2004, mais uma vez a Folha teve uma iniciativa pioneira, disponibilizando na internet o conteúdo produzido na redação e veiculado no meio impresso. Acessando o site www.folhadecandelaria.com.br, os internautas têm a oportunidade de manter-se informados sobre os acontecimentos de Candelária, Cerro Branco e Novo Cabrais, inclusive com cobertura fotográfica. Além disso, esta é uma forma amplamente usada por conterrâneos radicados em outras cidades, estados ou até mesmo em outros países para continuarem a acompanhar as notícias de suas cidades de origem.


Durante sua trajetória de mais de três décadas, a par de sua atuação como órgão de imprensa, a Folha também sempre buscou atuar como agente de desenvolvimento das comunidades em que está inserida. A realização do concurso Musa do Sol desde 1987 é apenas um exemplo deste comprometimento do jornal com as comunidades em que atua.


No início de junho de 2015, a Folha promoveu uma nova reformulação na sua atuação. Numa época em que a informação, mobilidade, instantaneidade, objetividade e interatividade são as palavras de ordem, o jornal decidiu reduzir a periodicidade de seu impresso e investir mais em sua versão digital. Com isso, voltou a circular apenas nas sextas-feiras com sua edição impressa.


A mudança realizada passou também por uma grande reformulação do site da Folha, que passou a ser mais dinâmico na veiculação de notícias: pode-se dizer que o site aperfeiçoou a noção de tempo real à cobertura da Folha.

 

Em março de 2017, por acreditar que o leitor merece o que de melhor está ao seu alcance, a Folha efetuou uma profunda transformação em seu site. Buscando aliar aspectos como agilidade de cobertura, veracidade das informações e qualidade de imagens a uma variedade de notícias, o leitor passa a contar, a partir de 14 de março de 2017, com um site sempre comprometido com as últimas notícias. O aspecto visual do novo site da Folha condiz com nosso tempo, unindo a solidez que pode ser encontrada nas suas matérias à agilidade da veiculação em relação aos fatos.

 

Quando todos se sentem no direito e com autoridade para escrever o que querem, cabe ao leitor a tarefa de separar o que é boato ou especulação da verdade dos fatos. E a proposta da Folha é prestar esse serviço, tornando-se uma fonte confiável de informação. Informação com credibilidade à disposição no computador do visitante do site, em Candelária, na região ou em qualquer lugar do planeta.