Logo Folha de Candelária
Geral 07/06/2019 11:23
Por: Tiago Mairo Garcia

Jovem resgata brincadeiras antigas em projeto com crianças

Com apoio das Lojas Quero Quero, iniciativa revitalizou praça e criou brinquedos recicláveis para alunos do pré na Escola São João Batista de La Salle, no bairro Marilene

  • Praça revitalizada para crianças brincarem
  • Projeta incentiva brincadeiras sem uso da tecnologia
  • Objetivo e estimular crianças a desenvolverem as suas habilidades
  • Projeto contou com incentivo da filial das Lojas Quero Quero
  • Crianças brincando com pneus, uma das ações do projeto
  • Turma de alunos do pré com a professora Roseli e estagiária Bruna

"Criança que não brinca não é feliz. Ao adulto que quando criança não brincou, falta-lhe um pedaço no coração". A frase escrita por Ivan Cruz, inserida na justificativa do projeto "Revivendo a infância de jogos, brincadeiras e movimentos na Educação Infantil", idealizado por Bruna Eduarda Porto, aluna do Curso Normal do Colégio Medianeira, traz à tona um problema de cunho social que está diante de nós sem que a gente perceba no dia a dia. Com o avanço tecnológico cada vez mais acentuado, as crianças de hoje estão vivendo uma infância mais conectada à tecnologia, que, segundo especialistas em pediatria, podem trazer mais prejuízos do que benefícios na formação dos pequenos.
Para que o corpo e a cabeça da meninada valham por mil processadores, os especialistas destacam que brincar é essencial para que as crianças aprimorem habilidades e possam formar estruturas cerebrais ligadas à inteligência, à coordenação motora, equilíbrio e noção de espaço, entre outros aspectos. Com este cenário posto, Bruna decidiu incentivar a prática de brincadeiras antigas ao desenvolver o projeto "Revivendo a infância de jogos, brincadeiras e movimentos na Educação Infantil", onde ela procurou resgatar o ato da brincadeira com os alunos sem utilizar a internet ou qualquer outra ferramenta tecnológica com o objetivo de integrar alunos, pais e comunidade escolar.
O projeto foi inserido por Bruna durante o seu estágio em educação infantil na turma do Pré A da Escola Municipal de Ensino Fundamental São João Batista de La Salle, no bairro Marilene, com o auxilio da professora titular, Roseli Wohlemberg, e equipe diretiva da escola. Desde o dia 14 de maio a estagiária vem aplicando o projeto com brincadeiras lúdicas para  20 alunos entre 4 e 5 anos da turma. "Eu senti nos alunos a necessidade de desenvolver neles um pouco mais de habilidades de coordenação motora e mais equilíbrio, realizando com eles algumas brincadeiras antigas que os próprios pais brincavam na sua infância", destacou a estagiária. 
PARCERIA - O projeto desenvolvido por Bruna ganhou um importante aliado. Mãe de um dos alunos, a coordenadora administrativa da filial das Lojas Quero Quero de Candelária, Loreni Machado de Oliveira, a Lo, indicou a ideia desenvolvida pela estagiária que foi aprovada pelo gerente da filial de Candelária, Cleverson Karnopp, para ser inserida no projeto social "Quero Contribuir, Posso Transformar", idealizado pelas Lojas Quero Quero, no qual a cada seis meses a empresa auxilia alguma escola ou entidade que promove alguma ação social que busque auxiliar o próximo.
Através do auxilio das Lojas Quero Quero, no último dia 19 de maio, a estagiária, com apoio da equipe diretiva da escola, pais e colaboradores da Loja Quero Quero, em mutirão, realizaram a revitalização da pracinha da escola. Bruna também criou novos brinquedos com uso de pneus, garrafas pet, jornais, potes plásticos, cordas, entre outros itens. "Criei brinquedos com materiais recicláveis visando estimular a consciência ambiental nas crianças. É um trabalho que faço com amor visando o melhor para os pequenos", destacou a estudante. O gerente das Lojas Quero Quero, Cleverson Karnopp, e a coordenadora administrativa Loreni Oliveira destacaram a sua alegria com a iniciativa. "Para nós este projeto veio ao encontro do projeto social da empresa com o objetivo de proporcionar uma vida melhor nas comunidades onde atuamos. Estamos felizes com essa iniciativa, que vai ajudar muitas crianças", finalizou o gerente.